O aumento do desemprego e uma crise econômica e politica instalada no Brasil, uma duvida paira e assombra a cabeça de muitos trabalhadores: Será que sou o próximo a ser demitido?

Com esse sentimento de incerteza é natural que todos queiram se preparar para imprevistos como uma demissão.

Mas muito cuidado nessa hora: a paranoia pode ser sua maior inimiga e minar ainda mais a sua produtividade. É preciso saber colocar na balança quais são realmente os indicadores de que você está na corda bamba. Veja bem, as vezes esses “sinais” de uma demissão eminente não estão direcionados especificamente na sua direção em decorrência do seu desempenho ou comportamento, mas pode respingar em você, pois empresa pode precisar demitir e reestruturar para conseguir sobreviver no mercado.

Sinto muito, mas faz parte do jogo!

Muitas empresas tem planejamento e fôlego financeiro para manter sua estratégia por um bom tempo, mas infelizmente não é a realidade da maioria das empresas. Lamento de verdade que ainda no Brasil o planejamento a longo prazo seja visto como “perda de tempo” e algumas empresas só reagem ao agora e mantem estratégias a curto prazo.

É importante entender que uma demissão faz parte do jogo corporativo, assim como você foi contratado, promovido, uma demissão também pode acontecer na sua carreira, e isso é perfeitamente normal.

Sejamos realistas, mesmo nas épocas boas, para se manterem competitivas algumas demissões são necessárias, ajudam a proteger os interesses dos acionistas e a evitar demissões ainda maiores no futuro.

Não adianta se preocupar com algo que não pode controlar. É exatamente nesse momento de crise e incerteza que os inteligentes emocionalmente se destacam, pois conseguem manter equilíbrio perante situação desconfortável.

A crise é momento muito bom na carreira para aqueles que se prepararam, estudaram e geram resultados a curto prazo, por isso momento de crise para esse profissional “chave” é valioso, é momento de alcançar aquilo que deseja profissionalmente, afinal são nesses momentos complexos de crise que as empresas buscam e disputam por esse profissional competente capaz de enxergar alternativa para tirar empresa do buraco ou não deixa-la cair de vez.

Mas não é a realidade da maioria das pessoas, infelizmente. E você? O que faria se fosse demitido hoje?

Não espere ser demitido para se preparar! Comece checando como estão suas contas a pagar e controle financeiro em casa. Uma boa visão financeira a longo prazo pode ajudar a manter a calma em momentos de pressão. Comece agora a planejar uma estratégia de gestão de crise coerente.

Muitas vezes em meio a momentos conturbados quando não se tem norte de planejamento, são tomadas decisões precipitadas e às vezes irreversíveis.

As boas novas é que você ainda não foi demitido, e nem sabemos se isso acontecerá contigo, portanto, continue fazendo seu trabalho da melhor forma que consegue fazer! Não tem receita magica: dedicação, proatividade e envolvimento no negocio são competências requeridas em qualquer negocio.

Independentemente se sua empresa esteja realizando cortes sempre é hora de mostrar seu talento como profissional. Encontre as infinitas possibilidades para nadar contra a mare de crise que assola esse pais.

Afinal de contas momentos conturbados são excelentes oportunidades para mostrar ao mundo porque merece ocupar esse cargo na empresa. Já que por enquanto não temos outra alternativa a não ser o trabalho, então o façamos com excelência! Mãos a obra!

Quer saber mais sobre assuntos relacionados a sua carreira?
Me siga nas redes sociais que sempre compartilho e posto conteúdo e materiais sobre temáticas de gestão de pessoas.
instagram @danieladolago
facebook: treinamentos Daniela do Lago