Já dizia aquele ditado: “Quem conta um conto aumenta um ponto” e esse “disque me disse” no trabalho acontece quase que todos os dias deixando muita gente descontente, triste e com aquela sensação de injustiça.

Sabe quando acontece uma situação e alguém fala para o chefe de uma maneira um pouco diferente do que realmente aconteceu na realidade?

Toda situação tem perspectiva diferente de quem esta participando do fato em si.

O problema esta na interpretação do ocorrido, e nesse momento sua imagem pode ficar “arranhada” porque um fulano contou primeiro sua versão equivocada sobre aquele evento para o chefe.

Observo que devido a falta de tempo para se atentar aos dilemas de seus colaboradores, muitos chefes erram e tomam decisões equivocadas confiando na interpretação alheia. É difícil julga-los porque realmente não é fácil o exercício da liderança, mas vamos combinar que é de lascar a posição de quem esta sendo injustiçado!

Muitos lideres não foram preparados para assumir cargos de liderança, muitos deles chegaram lá porque foram excelentes técnicos, mas lidar com gente requer habilidades comportamentais específicas que passam longe das técnicas. Infelizmente em alguns casos perde-se um excelente técnico e ganha-se um péssimo líder.

Eu mesma já vivenciei os dois lados: infelizmente cometi erros interpretando situações sob minha perspectiva e também já fui inúmeras vezes mal interpretada e julgada no trabalho. A diferença é que tanto eu, quanto vários lideres quando percebemos um erro, buscamos corrigi-los imediatamente, mas infelizmente nem todo líder dá braço a torcer quando erram e a corda pode estourar para seu lado.

Pensando nisso, listei abaixo algumas dicas para lidar com essa situação de injustiça no trabalho:

1 – É importante avaliar os prós e os contras de suas reações.

Analise o que pode acontecer se falar com chefe e o que pode acontecer se não falar. As vezes ter paciência e esperar a situação “esfriar” pode te ajudar a tomar decisões melhores.

 

2 – Decidiu que vai falar com o chefe?  Primeiro planeje e saiba o que deseja e espera dele numa próxima situação. Importante que saiba disso ANTES de falar com o chefe, pois na hora da conversa te ajudara a focar na solução e não no problema.

 

3 – Pontue o fato levando ao seu superior o descontentamento justificado. Descreva situação e não interprete. Tire seu julgamento da estoria. Lembre-se de reagir de forma positiva, sendo claro e especifico na forma de comunicar.

 

4 – Não seja você pessoa que ira cometer uma injustiça com outro. Lembre-se que no trabalho não iremos gostar de todo mundo que convive conosco, mas isso não pode e nem deve ser motivo para interpretar e julgar negativamente uma situação. A capacidade de compreender que as pessoas são imperfeitas que, assim como você, apenas querem fazer um bom trabalho te ajudara a ser mais empático.

 

5 – Se você for líder, a palavra chave da liderança é ouvir, ouvir e ouvir. A liderança requer ponderação e a única forma que se consegue tal feito é através da escuta ativa. Quando alguém lhe trouxer um problema, busque se atentar ao fato em si e procure escutar os envolvidos para não cometer nenhuma injustiça no trabalho. Nem sempre você acertara, mas mesmo assim faça sua parte, pois essa e a única função do líder.

 

Perde-se muitos talentos nas empresas pela falha do líder na interpretação dos fatos.

E se você sofre de qualquer injustiça, ser paciente nessas circunstâncias não significa gostar dos golpes que recebemos, mas reconhecermos que eles fazem parte da vida e que, apesar do sofrimento que provocam, nao devemos optar pela amargura, pela vingança ou pelo desespero, e sim arregaçar as mangas e enfrentar o desafio com esperança.

A verdade sempre aparece! Confie.

 

Quer saber mais sobre assuntos relacionados a sua carreira?

Me sigam nas redes sociais que sempre compartilho e posto conteúdo e materiais sobre temáticas de gestão de pessoas.

instagram @danieladolago

facebook: treinamentos Daniela do Lago